BELEZA E ESTÉTICA DICAS DE SAÚDE REMÉDIOS NATURAIS

Espinhas → O que e,Causas, Sintomas, Risco e Tratamento

5 (100%) 5 votes

Espinhas → O que e,Causas, Sintomas, Risco e Tratamento. Além disso, As espinhas são fruto de uma inflamação na pele e geralmente se concentram no rosto, no peito, nos ombros ou nas costas. Embora possa aparecer em qualquer idade, a Espinhas é mais comum durante a adolescência, quando o aumento dos níveis hormonais estimula o trabalho das glândulas sebáceas.

Normalmente, essas glândulas fabricam uma espécie de gordura essencial à proteção da pele. Essa secreção oleosa, juntamente com células mortas, atravessa os folículos pilosos (orifícios de onde saem os pelos) e acaba eliminada. Mas, se a produção é excessiva, parte desse sebo fica retida, entupindo os poros. Quando isso acontece, o acúmulo oleoso atrai para o local bactérias, sobretudo a Proprionibacterium Espinhas.

Esse micro-organismo libera substâncias tóxicas que irritam a pele. Para barrá-lo, células de defesa são recrutadas e desencadeiam uma reação inflamatória. O resultado é visto no espelho: formam-se cravos, que podem aumentar de volume e ganhar coloração avermelhada casos mais graves chegam virar abcessos com pus.

O que e espinhas:

As espinhas é uma doença que provoca a obstrução das glândulas de gordura da pele, formando inflamações e erupções, que são as espinhas. Ela é causada pela junção de vários fatores, que envolvem excesso de produção de oleosidade pela pele, acúmulo de bactérias, tendência à inflamação, desregulação hormonal e tendência ao acúmulo de células e tecidos mortos.

Assim, para evitar o surgimento de espinhas, é importante manter a pele limpa, utilizar produtos que retiram o excesso de oleosidade e células mortas, além de ter uma alimentação saudável, que diminua a inflamação da pele, à base de cereais integrais e alimentos ricos em ômega-3, como o salmão e a sardinha.

Causas:

Uma pele oleosa combinada com o acumulo de bactérias é, com certeza um dos maiores fatores, senão o maior, para a criação de acnes, entretanto existem algumas outras situações que podem agravar a condição, incluindo:

  • Os níveis de hormônio flutuante em torno do tempo da menstruação (mulheres)
  • Vestuário (por exemplo, chapéus e capacetes esportivos) e chapelaria
  • A ingestão de certos medicamentos, tais como corticoides, hormônios (andrógenos), lítio ou vitamina B12.

Sintomas:

  • Coceira e irritação na região afetada
  • Pontos pretos (cravos marcam o estágio inicial ou o tipo mais ameno da acne)
  • Espinhas (pontos brancos, arredondados, com uma área avermelhada em volta)
  • Pústulas (num estágio mais avançado da doença, aparecem protuberâncias com pus)
  • Abcessos (complicação mais grave das espinhas e pústulas)

Fatores de risco:

  • Puberdade (por causa do aumento dos níveis de hormônios sexuais)
  • Período menstrual (também devido à variação hormonal)
  • Pele oleosa
  • Síndrome dos ovários policísticos
  • Distúrbios de tireoide
  • Estresse crônico
  • Medicamentos como os corticoides
  • Exposição exagerada ao sol
  • Transpiração em excesso
  • Uso de cremes faciais inadequados
  • Predisposição genética

Tratamento:

Nas formas mais amenas da , em geral é suficiente lavar a área com sabonete suave, uma ou duas vezes por dia. Em seguida, usam-se cremes ou loções receitados pelo dermatologista, com substâncias como ácido retinoico, que ajudam a desobstruir os poros. Se o médico avaliar que é necessário, indicará também um antibiótico oral para conter a ação das bactérias.

Nos casos mais graves, com a presença de pus e inflamação e quando as alternativas anteriores falharam, é possível recorrer ao uso da isotretinoína, medicação que inibe a produção das glândulas sebáceas. Mas esse recurso, diga-se, provoca efeitos colaterais como ressecamento dos lábios e da pele em geral, dores musculares e até alteração no fígado.

Exige, portanto, acompanhamento médico. Sem contar que, durante o tratamento, ficam proibidos sol, bebidas alcoólicas e espinhas   mais importante ainda gravidez, porque o remédio provoca malformação fetal. Para eliminar marcas na pele causadas pela acne, os dermatologistas podem empregar métodos como peeling, microdermoabrasão e laser.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.