EMAGRECER GRÃOS E CEREAIS PLANTAS REMÉDIOS NATURAIS

AS 7 Dicas da Pimenta do Reino Para Emagrecer

AS 7 Dicas da Pimenta do Reino Para Emagrecer
Gostou do post? Avalie!

Há quem adore e quem torça o nariz para pratos que levam pimenta em sua preparação. Mas saiba que além de um tempero delicioso, a pimenta ajuda na prevenção de alguns tipos de câncer e ainda pode ser uma aliada no processo de emagrecimento.

As pimentas pertencem à família Solanaceae e ao gênero Capsicum e são cultivadas principalmente nos estados de Minas Gerais, Bahia e Goiás.

pimenta-do-reino-para-a-saude-2Além desses estados, o Rio Grande do Sul também é popular pelo cultivo de pimenta, é neste estado que fica o município de Turuçu, conhecido como a capital brasileira da pimenta vermelha.

Benefícios para a Saúde da Pimenta do Reino:
Pimenta do reino (nome científico: Piper nigrum) é um tempero picante, quente, com uma série de benefícios para a saúde. Na verdade, é usado extensivamente na medicina ayurvédica.

Ela tem um componente ativo chamado piperina, o que dá a pimenta preta seu sabor característico. Além disso, ele contém ferro, potássio, cálcio, magnésio, manganês, zinco, cromo, vitaminas A e C e outros nutrientes.

A pimenta do reino geralmente é adicionada aos pratos salgados quando são preparados, caso contrário seus óleos voláteis tendem a evaporar e diminuir o seu sabor.Pimenta fresca é mais saborosa. Ela funciona bem em sopas, ensopados, marinadas e outros molhos que são cozidos lentamente.

Alimento termogênico:
Outra forma de ajudar na dieta está no potencial de acelerar o metabolismo. Isso é o que fazem os alimentos termogênicos. Eles necessitam de maior queima de energia para serem digeridos e, por isso, chegam a ser responsáveis por cerca de 10% do gasto total de energia, potencializando o emagrecimento e fazendo com que o corpo queime calorias mais rápido.

01=Aumenta a Absorção de Nutrientes:
A piperina na pimenta do reino aumenta a biodisponibilidade de vários nutrientes como vitaminas A e C, selênio, beta-caroteno e outros, melhorando assim sua saúde geral. Biodisponibilidade refere-se a quantidade de um nutriente ou suplemento que é absorvido pelo organismo.

Por exemplo, os investigadores descobriram que ela pode aumentar a biodisponibilidade dos compostos da curcumina (encontrada no açafrão) vinte vezes A curcumina ajuda a combater o câncer, infecção e inflamação.

Além disso, a piperina estimula os transportadores de aminoácidos na mucosa intestinal e inibe as enzimas que ajudam a metabolizar compostos nutricionais.

Ela também impede a remoção de substâncias provenientes das células e reduzem a atividade intestinal, então mais substâncias entram no organismo na forma ativa e permanecem disponíveis para uso.

02=Melhora a Digestão:
A pimenta estimula as papilas gustativas e aumenta a secreção de ácido clorídrico no estômago, que por sua vez auxilia na digestão adequada.

Curiosamente, problemas digestivos são causados por falta de ácido clorídrico, ao invés das quantidades excessivas.
Por melhorar a digestão, a pimenta do reino alivia problemas como cólicas, flatulência, indigestão, flatulência e constipação.
Ela também tem qualidades antibacterianas que ajudam a tratar doenças intestinais causadas por bactérias.

03=Estimula o Apetite:
Além de adicionar sabor a sua comida e promover a digestão, a pimenta do reino funciona como um estimulante do apetite.

A pesquisa mostrou que a pimenta ajuda a melhorar o apetite através da estimulação olfativa. Isso a torna um remédio excelente, simples, para aqueles que tem falta de apetite.

Um remédio ayurvédico especificamente para esta finalidade recomenda para consumir uma mistura de meia colher de chá de pimenta do reino e uma colher de sopa de açúcar mascavo em pó (gur).Tome este remédio regularmente até melhorarem os sintomas.

04=Facilita a Perda de Peso:
Embora também estimule o apetite, a pimenta do reino pode ajudá-lo a perder peso.A camada exterior da pimenta contém fito nutrientes que incentivam a quebra das células de gordura.

Um estudo de 2010 dos efeitos da piperina sobre metabolismo de ratos revelou que ela suprime a acumulação de gordura no corpo.
Também melhorando seu metabolismo, esta gordura alimentar pode ajudá-lo a queimar calorias.

Além disso, sendo uma erva diurética e sudorífica, promove a micção e transpiração, que por sua vez, ajuda a liberar as toxinas e o excesso de água do corpo.

05=Alivia os Gases:
Sendo um carminativo, a pimenta alivia gases do estômago e também ajuda a prevenir a formação de gás.Se você está propenso a gases no estômago, tente apimentar sua comida com pimenta em grãos, em vez de pimenta em pó ou pimenta.

Para curar indigestão e peso no estômago, você pode ter um copo de leite misturado com 1 / 4 colher de chá de cada de pimenta do reino e cominho em pó.

Você também pode massagear sua barriga com óleo de pimenta misturado com óleo para massagem (um óleo de base) para aliviar a dor dos gases.

06=Ajuda a Limpar as Narinas:
Pimenta do reino pode ser usada para limpar o nariz entupido e congestionado, pois ela ajuda a soltar o catarro.
Também tem propriedades antimicrobianas, por isso é que a pimenta do reino é incluída em vários remédios para tosse e resfriado.

Beba um copo de água morna misturada com meia colher de sopa de pimenta do reino em pó, duas ou três vezes por dia para limpar as vias respiratórias.

Alternativamente, você pode tentar a inalação de vapor de uma panela de água quente misturada com pimenta do reino e óleo de eucalipto.

Um outro remédio simples é cheirar uma mistura de pimenta e algumas gotas de óleo de gergelim. Vai induzir os espirros, mas limpará suas narinas.

07=Combate a Artrite:
A piperina presente na pimenta é altamente benéfica para tratar artrite devido a suas propriedades anti-inflamatórias e anti-artríticas.

Além disso, esta maravilhosa especiaria melhora a circulação, assim, previne ou reduz a dor nas articulações, causadas por má circulação.

Os investigadores descobriram também que a pimenta do reino ajuda a reduzir a percepção dos sintomas de dores artríticas.

Como consumir:
Todos os tipos de pimenta possuem essas características, contudo, a pimenta-do-reino deve ser evitada, já que pode desencadear um grande desconforto gástrico. Para garantir os benefícios, também evite os molhos condimentados, que são ricos em sódio e outros produtos industrializados.

As melhores são as colhidas da horta. “Se for caseira, é muito mais saudável. Mas não são todas as pessoas que têm acesso a isso. Nesse caso, busque no mercado pelas pimentas hortículas puras e das melhores marcas”, orienta o especialista, que afirma que os tipos de pimenta mais comuns no mercado são a americana (doce), cambuci, cumari, dedo-de-moça, pimenta-de-cheiro e malagueta.

Dr. Rondó garante ainda que é possível comer pimenta todos os dias. “Não há problema consumir pimenta em todas as refeições principais, desde que a pessoa não seja alérgica a pimenta e tenha moderação

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.