ALIMENTOS DIETA E NUTRIÇÃO EMAGRECER LEGUMES E VEGETAIS REMÉDIOS NATURAIS

Os 08 Alimentos Ricos Em Proteínas Para Ganha Musculo

Os 08 Alimentos Ricos Em Proteínas Para Ganha Musculo
Gostou do post? Avalie!

Os 08 Alimentos Ricos em Proteínas Para ganha músculo. Além disso, A  proteína os aminoácidos são blocos de formação das proteínas e podem ser essenciais e não essenciais.

Os não essenciais podem ser produzidos pelo corpo humano, mas os essenciais não são fabricados pelo organismo, daí a necessidade de ingestão dos alimentos fontes de proteínas para obtenção destes aminoácidos essenciais.

As proteínas de origem animal são fornecedoras de aminoácidos de alto valor biológico, logo, é proteína completa, devido à mesma conter todos os aminoácidos essenciais em quantidades e proporções adequadas para necessidades orgânicas.

alimentos-ricos-proteinaÉ importante comer fontes de proteínas devido ao seus grandiosos benefícios, a partir disso há muitas fontes diferentes. Existem muitos tipos de aminoácidos, que são discriminadas a partir de proteínas e armazenados para utilização no corpo. Obter sua proteína e manter seus músculos fortes com estes grandes alimentos. Aqui estão Os 08 Alimentos Ricos em Proteínas:

Vamos falar neste artigo sobre Alimentos Ricos em Proteínas, Temos uma Lista atualizada com alimentos matéria com Infográfico e Videos detalhados tire aqui suas duvidas.

Soja 34g de proteína a cada 100g: A soja é uma importante proteína vegetal, mas é preciso ficar atento à intolerância a ela. Andrezza explica que, como a maior parte da produção é transgênica, a maioria das pessoas ainda não está acostumada com a digestão deste alimento. É recomendado não consumir em excesso.

Camarão 24g de proteína a cada 100g: O camarão é rico em proteínas, mas não deve ser consumido diariamente, porque tem colesterol mais alto do que em outras opções, como alguns peixes. Por outro lado, possui ômega 3 (gordura boa). É recomendado comer até duas vezes por semana; de preferência, preparado no vapor

Frango 23g de proteína a cada 100g: Para que se torne ainda mais saudável, a nutróloga Ana Luisa orienta a dar preferência ao consumo sem pele e, em especial, ao peito, para evitar a ingestão exagerada de gordura. Os melhores modos de preparo são assado ou grelhado. Uma dica é consumi-lo com saladas.

Salmão 21,62g de proteína a cada 100g:Para os adeptos de atividades físicas extenuantes, como a musculação, o salmão assume uma importância ainda maior, por proporcionar uma recuperação muscular mais rápida, graças à quantidade de ômega 3 que contém”, diz Ana Luisa. O ideal é consumir assado ou grelhado. Para uma alimentação saudável, pode acompanhar arroz integral e brócolis.

Amêndoa 21,1g de proteínas a cada 100g: A proteína tem uma característica muito importante: ela dá saciedade. Por isso, quando a gente consegue botar um pouco mais de proteína na alimentação, demora a sentir fome”, diz Andrezza Botelho. Ana Luisa sugere de cinco a seis unidades de amêndoas antes das refeições, o que ajudará a se sentir saciado. Mas não pode exagerar para não escorregar nas calorias.

Carne Vermelha 21g de proteína a cada 100g: As melhores fontes proteicas são de origem animal”, ensina Andrezza. Quando se diz isso, é fácil lembrar da carne vermelha. No entanto, ela também é rica em gorduras saturadas. Prefira as opções magras e sem gordura aparente.

O ideal é consumi-la, em média, três vezes por semana. “As carnes, de maneira geral, são fontes de proteína responsáveis também por formar o colágeno e a queratina, dando assim força aos seus cabelos, prevenindo contra a queda e a calvície”, diz a nutróloga Ana Luisa Vilela.

Ovos 6g por unidade: Os ovos também são ricos em vitamina B12, necessária para promover a redução dos níveis de gordura e auxiliar na formação de músculos, em colina (substância excelente para o bom funcionamento do cérebro) e em albumina.

Prefira o consumo em sua forma cozida, principalmente a gema, pois isso evita problemas com a bactéria Salmonella. Fuja da forma frita ou acompanhado de muito queijo, para não elevar o colesterol. Embora ainda sejam discutidos os limites de ingestão, Ana Luisa sugere até quatro unidades por semana, em dias alternados.

Leite de vaca 8g de proteína a cada 100g: O leite e seus derivados, como queijos e iogurtes, ajudam a enriquecer as refeições por serem compostos por três partes praticamente iguais de proteínas, carboidratos e gorduras — tornando os alimentos muito completos, segundo a nutróloga.

As opções de leite e iogurtes desnatados e versões de queijo branco devem ser priorizadas por possuírem menos gordura.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.