DIETA E NUTRIÇÃO RECEITAS REMÉDIOS NATURAIS

Remédio Caseiro Para Aliviar a dor de Cólica

Rate this post

Remédio Caseiro Para Aliviar a dor de Cólica. Além disso, A cólica em Todos nós já passamos por uma dor de barriga, seja uma daquelas graves, de causar calafrios e receio de não chegar ao banheiro a tempo, seja uma simples, onde o desconforto e a dor nos deixam inquietos.

A dor de barriga pode ter motivos simples, como o aumento de gases no intestino, ou mais sérios, como uma intolerância alimentar ou a ingestão de alimentos estragados. Quando há um quadro assim, o normal é que ocorram cólicas. O chá de erva-doce é utilizado tradicionalmente como um remédio natural para acalmar cólicas em bebês. Um estudo divulgado no ano de 2003 na publicação Alternative Therapies (Terapias Alternativa, tradução livre) relatou que o extrato de erva-doce tirou a cólica de 65% dos bebês avaliados no experimento.

Entretanto, antes de sair dando a planta para os pequenos é fundamental conversar com o médico que acompanha para saber se o uso da erva-doce. Este problema, após medicado, deve passar em até 24 horas. Não passando, um médico deve ser procurado, já que outros problemas mais sérios do que os alimentares podem ser a razão para o mal-estar. Gestantes, por exemplo, não devem ficar com dor de barriga, deve procurar seu médico rapidamente.

Benefícios da Erva-Doce para saúde:

  • Alivia cólicas intestinais – graças a seu efeito calmante, erva-doce combate esse desconforto.
  • Diminuição do inchaço – acontece por meio do efeito diurético da erva-doce.
  • Redução de distúrbios estomacais – o ácido málico presente na erva melhora a digestão porque fornece hidrogênio em quantidade necessária à acidificação do estômago.

Isso é importante pois a baixa produção de ácido clorídrico (ácido gástrico) prejudica o funcionamento do organismo. É um distúrbio conhecido como hipocloridria.

Receita de chá de erva-doce:

Ingredientes:

  • 3 colheres de sopa de sementes secas de erva-doce;
  • 1 l de água.

Modo de preparo:

  • Ferver a água;
  • Adicionar a erva-doce, desligar o fogo e deixar a mistura descansar ao longo de cinco minutos;
    Coar, adoçar (se assim achar necessário) e servir-se.

Cuidados:

  • Ao ser utilizado em moderação, não é esperado que a erva-doce cause efeitos colaterais. Entretanto, o excesso do uso da planta pode resultar em coceira, erupção cutânea e foto dermatite, que é uma reação anormal desenvolvida pela pele quanto exposta ao sol.
  • Mulheres grávidas e pessoas propensas a terem convulsões ou que tomam remédio para o problema não devem ingerir a erva-doce. Já mães em processo de amamentação de seus bebês e com condições estrógeno-dependentes devem consultar o médico antes e fazer uso da planta.
  • Além disso, pessoas com alergia a cenoura e aipo podem experimentar reações alérgicas ao terem contato com a erva-doce.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.